top of page
  • Foto do escritorDiogo Oliveira

Aventura Fotográfica à Cascata de Fervença, Sintra | Caminhadas & Aventuras

A cascata de Fervença é uma das poucas cascatas que existem perto de Lisboa, e a primeira de três cascatas que pode fotografar, as restantes são a cascata de Anços e a cascata de Armés. Fica localizada perto de Sintra, mais concretamente perto de Terrugem. O acesso à cascata é simples, recomendo deixar o carro cá em cima perto da estrada e descer a partir daí. O caminho deve ser feito com cautela pois é relativamente inclinado e escorregadio. Ter atenção que as pedras por estarem húmidas são extremamente escorregadias, como qualquer fotógrafo vão querer nos locais mais difíceis, por isso recomendo levarem umas boas galochas.



QUANDO VISITAR

Como qualquer cascata vamos querer fotografá-la com água, e por isso, deve ser visitada em meses depois de chover. Ela não seca totalmente no verão, mas fica com um caudal mais reduzido. No entanto, recomendo visitar nos meses de fevereiro a abril.


DETALHES

Ponto de Partida: Estacionamento ao pé da nacional

Distância a Percorrer: Cerca de 2 km

Altura do ano: Primavera e outono

Melhor hora do dia: Todo o dia

Material Recomendado: Máquina + objetiva grande angular e normal (entre 10mm e 200mm)

Extras: Evitar os dias imediatamente a seguir a chuvas muito fortes


COMO CHEGAR

Não é fácil de dar com ela, mas pode colocar no GPS as seguintes coordenadas: 38°50'31.0" N 9°21'14.4" O ou 38.841955, -9.353999, ou seguir o link para o google maps.


PERCURSO RECOMENDADO

É a que menos temos de caminhar, mas os metros finais, sim metros, são os piores! Os caminhos escorregadios não facilitam a nossa movimentação para procurar novos ângulos, e mesmo com galochas devemos sempre ter muito cuidado. A descida faz-se pela estrada de alcatrão até encontrar uns portões e um pequeno caminho à direita, basta descer por esse caminho e chegar à água. A cascata fica à nossa esquerda, eu gosto de tirar umas quantas fotografias a partir desse local e depois ir explorando o resto da cascata. Podem atravessar pela água até às rochas do lado direito. Depois avanço para o lado esquerdo da cascata, onde podemos ficar mais perto mas acabamos a fotografar a cascata mais de lado. Existe ainda um caminho para a parte superior onde também é possível tirar umas fotografias engraçadas.



A MINHA EXPERIÊNCIA

Esta cascata não tem muitos ângulos, embora possam chegar a diferentes locais caso levem umas galochas.



QUEREM APRENDER MAIS SOBRE FOTOGRAFIA?


Quando estamos a fotografar é fácil perder a noção do que devemos ou não devemos concentrar, sejam as espécies mais comuns ou as mais raras, seja tentar fotografar de dia ou de noite. Criei alguns artigos para mostrar o que podem procurar em certos locais para fotografar.


Fique a saber que espécies fotografar durante a sua visita à Tapada de Mafra: 3 Espécies para Fotografar na Tapada de Mafra  


Conheça quando fotografar diversas espécies de aves no litoral de Oeiras: 4 Espécies para Fotografar no Passeio Marítimo de Oeiras



VEJAM AINDA OS MEUS VÍDEOS NO YOUTUBE

Criei vários vídeos sobre fotografia de vida selvagem onde explico como fotografar diversas espécies e ainda algumas das melhores técnicas fotográficas. Desde fotografar aves costeiras a fotografar o bonito guarda-rios, é uma pequena playlist que espero que desfrutem e deixem um like nos vídeos.



Sabiam que podem aprender mais sobre fotografia comigo no campo?


Espreitem a página da ONWILD para ficar a par de todos os destinos, eventos e workshops! Podem ainda aprender mais sobre fotografia e ficar a conhecer outros países.

0 visualização

Comments


bottom of page